Obras na Praça dos Corretores estão em ritmo acelerado

Quem passa pelo cruzamento da Avenida América com as ruas Abolição e Porto Seguro, na Zona 01, não consegue imaginar a dimensão das obras além dos tapumes que cercam a Praça Joaquim Alves Ferreira, popularmente conhecida como Praça dos Corretores. Em reforma desde o mês de agosto, o local está tomando nova forma. De acordo com medição realizada na última semana, as benfeitorias alcançaram 36,2% de execução e, entre as melhorias já realizadas, em andamento e previstas, destacam-se a construção de banheiros; a instalação de cobertura metálica; pavimentação com paver; colocação de bancos, bicicletário e lixeiras; além do paisagismo, com plantio de grama, iluminação e outros.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento, Nelson Magron Junior, o projeto arquitetônico foi elaborado com o objetivo de garantir uma estrutura mais funcional e estética ao logradouro, que é tradicional no município e, com as melhorias, poderá sediar, além das atividades da associação de corretores e da feira de salgados, outras ações coletivas. “Para a acessibilidade e mobilidade, por exemplo, teremos o piso tátil para deficientes visuais e banheiros adaptados para cadeirantes, além de rampas e outras estruturas, que irão assegurar o melhor aproveitamento do espaço público pela população”, conta.

A estimativa total do investimento é de R$ 409,5 mil, sendo que R$ 315,8 mil são de uma emenda do deputado Jonas Guimarães, firmada pelo Programa de Transferência Voluntária da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano (SEDU), e R$ 93,7 mil de contrapartida da Prefeitura. “Esta é uma obra pela qual lutamos muito, afinal, trata-se de um ponto de referência histórica para o município e que está localizado em uma região importante, que merece enaltecimento. Por isso, aguardamos a finalização da reforma com expectativa”, afirma o prefeito Bongiorno, lembrando que a praça remonta os primórdios da cidade, quando o pioneiro e corretor de terras da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, Joaquim Alves Ferreira, utilizava o espaço para corretagem.

A previsão de término da reforma é de oito meses e, durante o período, a atividade da Associação dos Corretores Autônomos de Veículos de Cianorte (ACAVECI) está sendo realizada nas ruas adjacentes. Já o comércio de salgados, foi transferido para as instalações da Feira do Produtor, na esquina das avenidas Goiás e Piauí (em frente ao Centro Social Urbano), e funciona aos finais de semana, das 12h de sábado às 12h de domingo.

Da Assessoria